A mãe-natureza chama…

A Mãe Natureza chama, sente saudades do movimento, das gargalhadas, das construções e até do barulho do choro das crianças que brincavam na rua livremente como o chilrear dos pássaros ao ar livre.

Neste momento, para a grande maioria, quando se pensa em crianças ao ar livre, associamos a crianças em espaços restritos exteriores das escolas, dos parques e jardins. Imagem que foi criada por ser a mais comum/frequente dos nossos dias. Brincar, ter contato com a natureza traz benéficos que não são possíveis quando restringimos as crianças a apenas a espaços acima descritos.

Com todos os recursos que a natureza oferece, a criança desenvolve potencialmente a criatividade, fortalece os vínculos sociais, favorece a concentração, desenvolve o sentido de curiosidade tornando-se mais ativo e cooperativo, estimulando o conhecimento e a capacidade de memorização.

Estar na natureza, brincar em ambiente natural estimula a atividade física, tornam-se crianças mais conscientes do outro, contribuindo para uma prevenção futura da violência. Assim como, correr, cair, levantar, saltar, persistir, dar oportunidade e autonomia de escolher os riscos que quer correr, desenvolvem a competência e a resiliência, crescendo mais confiantes para lidar com as frustrações da vida.

A vitamina D, que é gratuitamente oferecida pelo Sol, é fundamental para o bom funcionamento do corpo em geral, fortalecendo sistema imunológico promovendo a saúde.

Ao nível da nutrição, as crianças que identificam, manuseiam e plantam, desde cedo, os seus próprios alimentos, são menos resistentes a comer fruta e legumes. Contudo descrito acima e com a nossa experiencia, podemos  concluir que cada vez mais analisamos que é iminente “devolver” as crianças à Mãe Natureza para um crescimento saudável e feliz.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *